Será que alguém tem medo de me perder? Será que alguém sente ciúmes de mim?

Published in: on novembro 7, 2010 at 12:30 am  Deixe um comentário  

.

“Minha cabeça diz: “Quem se importa?”, mas meu coração sussura: “Você, estúpida”.”

 

Published in: on novembro 5, 2010 at 11:02 pm  Deixe um comentário  

.

“Embora eu tivesse tudo a ver com aquele cara e o perfume dele fosseviciante, sempre o enxerguei como melhor amigo. Ele era sinônimo de sorriso, não de beijo.”

Published in: on novembro 5, 2010 at 9:54 pm  Deixe um comentário  

.

Trago lágrimas, sorrisos , histórias, abraços .. trago momentos felizes, momentos de decepção. Carrego pessoas, amores e desamores, amigos e inimigos, desafetos, paixões ..  Não sou um livro aberto, mas também não tão fechado que você não consiga abrir , basta ter jeito, saber tocar as páginas, uma a uma, e descobrirá de que papel é feito cada uma delas.

 

Published in: on novembro 5, 2010 at 9:36 pm  Deixe um comentário  

Criticam tudo e quero dizer mesmo tudo, sobre mim: o meu comportamento, a minha personalidade, as minhas maneiras; cada centrimetro de mim, da cabeça aos pés, dos pés à cabeça, é objecto de mexericos e debates. São-me constantemente lançadas palavras duras e gritos, embora eu não esteja habituada a isso. Segundo as autoridades definidas, eu devia sorrir e aguentar.

O Diário de Anne Frank

 

Published in: on outubro 19, 2010 at 11:58 pm  Deixe um comentário  

Entendo

Eu até entendo que não posso fazer alguém se apaixonar por mim, mas, pense bem: isso poderia ser a solução para todos os nossos problemas! Bem que eu queria ter esse “super poder”, ser como o cupido e acertar, com a minha “flechinha do amor”, em cheio o coração daquele que é dono do meu sorriso mais bobo e sincero. Isso seria realmente muito bom e evitaria, pelo menos por um momento, algo que julgamos vital. Imagine não ter seu coração partido mais uma vez… apenas imagine.

Thaís Vasconcelos

Published in: on outubro 19, 2010 at 10:44 pm  Deixe um comentário  

Published in: on outubro 8, 2010 at 7:38 pm  Deixe um comentário  

Faço nosso o meu segredo mais sincero e desafio o instinto dissonante. A insegurança não me ataca quando erro e o teu momento passa a ser o meu instante. E o teu medo de ter medo de ter medo não faz da minha força confusão: teu corpo é meu espelho e em ti navego e sei que a tua correnteza não tem direção.
(Daniel na cova dos leões – Legião Urbana)

Published in: on outubro 7, 2010 at 2:13 pm  Deixe um comentário  

Decididamente eu sei ser animada, sei ser amável. agradável. afável. e esses são apenas os As. só não me peça para ser simpática. simpatia não tem nada a ver comigo.



A Menina Que Roubava Livros
Published in: on setembro 28, 2010 at 7:39 pm  Deixe um comentário  

Então.

Aprendi que melhores amigos, às vezes nem são tão melhores assim. aprendi que o melhor remédio é ouvir as pessoas, mas isso também pode ser o pior veneno. aprendi que amores eternos podem acabar em questão de segundos. aprendi que aqueles que considerávamos apenas mais um amigo, pode ser o amigo. aprendi que despedidas podem ser a chance de um reencontro. aprendi que a distância pode também unir pessoas. aprendi que os fins, por mais dolorosos que sejam, podem ser a melhor coisa que poderia nos acontecer. aprendi que amigos nos decepcionam. aprendi que o ”pra sempre” sempre acaba, e ”nunca” jamais é cumprido.

Published in: on setembro 28, 2010 at 7:25 pm  Deixe um comentário